luz e sombra na arquitetura
LIGHT AND SHADOW IN ARCHITECTURE
ombre et lumière dans l'architecture

30 de set de 2011

siza 9














































Centro Galego de Arte Contemporânea: Santiago de Compostela, Espanha, 1993, por Alvaro Siza
GALICIAN CENTRE OF CONTEMPORARY ART: SANTIAGO DE COMPOSTELA, SPAIN, 1993, BY ALVARO SIZA
Centre Galicien d’Art Contemporain: Saint-Jacques-de-Compostelle, Espagne, 1993, par Alvaro Siza


A primeira foto mostra uma vista a partir do portico de entrada do museu, com o mosteiro de Sao Domingos de Bonaval ao fundo. à esquerda, uma janela projetada para fora e voltada para o sul, ilumina tanto a livraria no terreo quanto o hall dos serviços no subsolo. A segunda foto mostra a vista interna da janela projetada para fora e voltada para o sul, a partir do hall de serviços no subsolo. Este sistema de controle da luz natural foi utilizado por Siza em outras obras, como na Fundaçao Serralves, na casa Van Middelem-Dupont e na Faculdade de Arquitetura do Porto. Ele consiste em uma janela de superficies laterais profundas que em alguns casos sao inclinadas e em outros sao ortogonais, projetada para fora do plano de fachada. Assim, a própria forma arquitetonica proporciona sombra e atenua o ofuscamento, ao inves de se acoplar à fachada dispositivos tais como brises. Esta estratégia abrange três benefícios principais: 
  • grande espessura de parede, que oferece auto-sombreamento, menor transmissao de ruidos e maior quantidade de superficies para minimizar o ofuscamento.
  • superfícies inclinadas, que contribuem para atenuar o ofuscamento, melhorar a distribuição da luz natural e criar uma transição suave para os olhos entre a area envidraçada, mais brilhante, e as superfícies interiores, com menos brilho.
  • superfícies de cor clara em torno do vidro, que aumentam a reflexão da luz e melhoram sua distribuição.


AT THE GALICIAN CENTRE OF CONTEMPORARY ART, A PROJECTED WINDOW TURNED SOUTHWARDS LIGHTS BOTH THE BOOKSTORE ON GROUND FLOOR AND THE UNDERGROUND SERVICE HALL. SIZA’S DEEP EMBRASURE OPENINGS WITH SPLAYED REVEALS, PROJECTED OUT OF THE FACADE PLANE, CREATE SHADING AND MITIGATE GLARE BY MEANS OF THE OWN BUILDING FORM, INSTEAD OF BY ATTACHED DEVICES. THIS PARTICULAR TYPE OF WINDOW COULD BE REGARDED AS THE EQUIVALENT OF ROOF MONITORS FOR SIDELIGHTING. SUCH A STRATEGY ENCOMPASSES THREE PRIME BENEFITS:
  • DEEP WALL SECTION AFFORDS SELF-SHADING, MORE SURFACES TO MINIMIZE GLARE AND LESS NOISE TRANSMISSION.
  • SLOPED SURFACES, SUCH AS SPLAYED REVEALS, CONTRIBUTE TO GLARE MITIGATION, ENHANCE DAYLIGHT DISTRIBUTION AND CREATE A SOFT TRANSITION FOR THE EYE BETWEEN THE BRIGHTER WINDOW AND THE LESS BRIGHT INTERIOR SURFACES.
  • LIGHT-COLOURED SURFACES INCREASE LIGHT REFLECTION AND IMPROVE LIGHT DISTRIBUTION.

Nenhum comentário:

Postar um comentário